Inauguração do Museu da BSCRT

23-04-2013 18:00

Se é sócio ou simpatizante da BSCRT com certeza já ouviu falar do Espaço Sala – Museu da Banda S. Cristóvão de Rio Tinto. Pois é, a direcção da BSCRT continua a marcar a diferença no seio da cidade de Rio Tinto. Desta feita, abrindo cada vez mais os horizontes culturais desta associação, a direcção vigente avança com mais um projecto – A criação do primeiro Museu da Banda S. Cristóvão de Rio Tinto.  

Vai nascer, no próximo dia 25 de Abril de 2013, em Rio Tinto um museu que é o espelho da vida de uma das maiores Associações da Cidade.

 

 

Com a ajuda de sócios, músicos, familiares, patrocinadores, entre outros, a actual direcção da BSCRT uniu esforços e transformou aquilo que era uma sala grande e vazia num espaço acolhedor, que alberga o Grande Museu e a Sala de Aulas da BSCRT.
Em edições anteriores puderam verificar as alterações feitas ao nível da Sala de Aulas mas neste caso vão mesmo ter de se deslocar à Sede da BSCRT para verificarem com os vossos próprios olhos todas as modificações.
É um feito que a direcção da BSCRT orgulhosamente torna público, pois haviam documentos, instrumentos, maquinaria, fotografias e medalhística que se estavam a perder com o tempo. Assim, e desta forma, aceite o convite e desloque-se, dia 25 de Abril pelas 15h, às nossas instalações para assistir à inauguração oficial do Grande Museu da Banda S. Cristóvão de Rio Tinto e reveja o passado, mesmo ali, presente como se fosse hoje!


Daniel Ribeiro, o Presidente da direcção comenta este marco histórico para a BSCRT:
“Ao longo da minha vida, reparei que é desconhecida por uma grande parte da população a importância dos museus, que, sendo uma expressão clara do nosso património cultural e social, possibilitam reviver as histórias e a história de cada local, tempo, população, instituição... Eis a razão pela qual, desde o dia em que me tornei sócio desta enorme associação, tive a ambição de ajudar a promover nesta casa um Espaço Museu, apresentando às anteriores direções (penúltima e última) a minha total disponibilidade para colaborar e com o projecto e angariando alguns donativos de empresas que contactei para o efeito.
Por esta ou aquela razão – e só eles saberão quais – nunca avançaram com o projecto, utilizando essas verbas para outros fins. Quando tomei posse como presidente da direcção falei à minha equipa no projeto, meu sonho e ambição, e senti que não abraçaram a ideia, considerando-a apenas lá muito mais para a frente... Tivemos muitos avanços e recuos, contudo, passado algum tempo, os meus colegas de equipa abraçaram o projecto de corpo e alma. Hoje, 25 de Abril de 2013, inauguramos o grande Museu da Banda S. Cristóvão de Rio Tinto. A obra é nossa e de todos os que contribuíram e está lá um pouco de cada um de nós, o contributo individual e colectivo para bem da arte e da cultura, promovido, ao fim de 76 anos de história, pela actual direcção da BSCRT.
Quero publicamente agradecer aos meus colegas de equipa, por terem acredito em mim, apoiando um projecto que promove, no presente, o passado desta casa e dá ao futuro a oportunidade de descobrir novos saberes e de reflectir sobre toda a nossa história. Aos órgãos autárquicos (CMG, JFRT, JFBM) e às empresas que nos apoiaram, permitindo a realização do Grande Museu, Pouco Espaço, o nosso maior agradecimento.”